domingo, 3 de agosto de 2008

LIBERDADE


Ser livre é querer ir e ter um rumo
e ir sem medo,
mesmo que sejam vãos os passos.
É pensar e logo
transformar o fumo
do pensamento em braços.
É não ter pão nem vinho,
só ver portas fechadas e pessoas hostis
e arrancar teimosamente do caminho
sonhos de sol
com fúrias de raiz.
É estar atado,amordaçado,em sangue,exausto
e,mesmo assim,
só de pensar gritar
gritar
e só de pensar ir
ir e chegar ao fim.

De Armindo Rodrigues (1904 - 1993)

14 comentários:

Anônimo disse...

Não conhecia o vate. Mas gostei: tem muita força, garra, muita fúria...

mc

Sei que existes disse...

É um lindo poema de um grito da liberdade.
Beijocas grandes

Miguel disse...

muito bom...
Posso fazer um pouco de publicidade?
http://oceanopuro.blogspot.com/
poemas de alguém para ninguém
Espero que gostem...obrigado

aminhapele disse...

...poemas de alguém...para ninguém.
Gostei mesmo!

Anônimo disse...

DEU UMA GRANDE AJUDA OBRIGADO

Anônimo disse...

ajudou me muito obrigado

luquinha disse...

eu nao entendo muito de poesia as melhores eu nao faço nem ideia do que siginifica a sua eu nao entendi nada entao deve estar otima...
estou brincando esta esplendida

Anônimo disse...

O máximo seu blog, poesia é tudo de belo que alguém pode expressar em uma folha de papel, e-mail ou em palavras ditas, algo que o tempo nãO LEVA, algo que fica para sempre preso dentro de nós.Um abraço.Tatiana Campos.

Anônimo disse...

Obrigada pela ajuda...
procurei poemas de liberdade e deparei-me com este. valeu cada palavra lida, cada sentimento nelas impressas.
Obrigada
Noélia

Fernanda disse...

muito boa eu gostei valeu!

Isabela disse...

A-M-E-I esse poema, é fantastico!

Anônimo disse...

um poema smples e bom.... gostei sim senhor

Anônimo disse...

adorei esse poema...nao só esse mais todos...estou seguindo seu trabalho des do começo...adoroo voce..beijoss FIQUE COM DEUS ♥

Anônimo disse...

voce me ajudou