domingo, 22 de fevereiro de 2009

RETRATO À SUA MANEIRA (João Cabral de Melo Neto)


MAGRO entre pedras

Calcárias possível

Pergaminho para

A anotação gráfica



O grafito Grave

Nariz poema o

Fêmur fraterno

Radiografável a



Olho nu Árido

Como o deserto

E além Tu

Irmão totem aedo



Exato e provável

No friso do tempo

Adiante Ave

Camarada diamante!
De Vinicius de Moraes


2 comentários:

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Parabéns pelo blog, dentre outras coisas, amo poesia.
Bjobjo
Luxos e Luxos - moda, beleza, poesia e afins

Anônimo disse...

Dois enormes gurus da arte de poetar: JCMN e VM

Saravá, meus irmãos!

mc