sexta-feira, 26 de junho de 2009

CURRICULUM



Eu não aceito cheques
Nem ando na contra-mão
Não passo embaixo de escadas
Não jogo papel no chão
Nunca passei dos oitenta
Nem avancei o sinal
Não posso comer pimenta
Nem abusar do sal
Eu não cometo adultério
Nem peço dinheiro emprestado
Só leio se for de mistério
Não compro nada fiado
Tenho amigos na polícia
Um filho no Colégio Militar
Não gosto de quem tem malícia
Rezo antes de me deitar
Nunca chego atrasado
E durmo antes das dez
Acordo num banho gelado
No chão eu não boto os pés
Mulher minha não trabalha fora
Por isso trabalho demais
Se a filha não chega na hora
Na outra vez não vai mais
Não bebo,não fumo,não jogo
Não falo mal do governo
Pragas pros outros não rogo
Nem mando ninguém pro inferno
Não gosto de comunistas
Odeio o jogo do bicho
Não passo nem assino listas
Não jogo comida no lixo
Comungo todo domingo
Lavo meu carro também
Não falo palavrão nem xingo
Adoro dizer amém
Eu não dispenso a gravata
Acordo sempre feliz
Adoro arroz com batata
Adoro também meu país
Mas sei que quando chegar no céu
São Pedro vai me dizer:
- Meu filho,bota o teu chapéu
E volta pra Terra,vai viver!

De Gerson Deslandes
O "boneco" foi-me enviado,sem menção ao autor

3 comentários:

Maria disse...

Podia ser rap! Devia ter música. Ritmo já tem. Mas o tipo devia ser bem chatinho!... :-)

aminhapele disse...

Quanto à personagem,estou de acordo contigo,Maria.
Não haveria pachorra para a aturar...
Quanto ao autor,é diferente.
Já tive o prazer de ouvir este poema,musicado e cantado por ele.
É uma delícia.
Em casa dele,em família e com um bom vinho à frente...

JAMES PIZARRO disse...

Achei genial...daria uma letra de música, um funk,um samba, uma coisa sincopada !
Meus parabéns.
Abraço

James Pizarro